O Que Quer dizer a Palavra Mórmon?

Mórmon é um termo usado frequentemente para identificar uma pessoa que é membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Mais do que tudo este termo é usado porque os Mórmons usam um volume adicional de escrituras chamado o Livro de Mórmon que eles testificam como sendo Outro Testamento de Jesus Cristo.

Entretanto, um Mórmon não é membro da “Igreja de Mórmon”, que é o nome de um antigo profeta do Livro de Mórmon, não é também membro da “Igreja de Joseph Smith”, o primeiro profeta e restaurador da Igreja de Jesus Cristo. A “Igreja de Mórmon”, e a “Igreja de Joseph Smith” são nomes fictícios e elas não existem, ninguém adora Mórmon ou Joseph Smith. Então, um Mórmon é uma pessoa que pertence A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e eles são chamados de Santos dos Últimos Dias.

Os Mórmons Acreditam na Bíblia e no Livro de Mórmon?

Os Mórmons não usam o Livro de Mórmon como um substituto da Bíblia, mas acreditam que ambos, a Bíblia e o Livro de Mórmon são a Palavra de Deus, e testificam do Senhor Jesus Cristo, o Salvador do mundo. De fato, a oitava Regra de Fé de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias declara:

Cremos ser a Bíblia a palavra de Deus, desde que esteja traduzida corretamente; também cremos ser o Livro de Mórmon a palavra de Deus.

Em relação a Bíblia, os Santos dos Últimos Dias também acreditam que:

Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.

Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo (2 Pedro 1:20-21).

Assim como os homens santos de Deus foram movidos pelo Espírito Santo para escrever a Bíblia Sagrada, os Santos dos Últimos Dias acreditam e testemunham que o primeiro profeta da Igreja, Joseph Smith, também foi movido pelo Espírito Santo ao traduzir o Livro de Mórmon (Outro Testamento de Jesus Cristo).

A Bíblia e o Livro de Mórmon são usados no ensinamento da Igreja. Os Santos dos Últimos Dias acreditam que o Livro de Mórmon não tem como objetivo tomar o lugar ou diminuir os ensinamentos da Santa Bíblia, mas sim, eles veem o Livro de Mórmon como um volume de escrituras companheiro da Bíblia que amplia o conhecimento que uma pessoa tem dela, através do estudo de suas santas palavras. Os Santos dos Últimos Dias testificam que:

Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; (2 Timóteo 3:16).

Portanto, eles acreditam e ensinam que ambos, tanto a Bíblia quanto o Livro de Mórmon são escrituras inspiradas.

Leia o discurso de Elder M. Russell Balard intitulado o “O Milagre da Bíblia Sagrada

Quais São as Outras Coisas Em Que os Mórmons Acreditam?

Existem algumas pessoas no mundo que cometem o engano de achar que os Mórmons não são Cristãos. Eles não acreditam que os Mórmons acreditam e ensinam sobre Jesus Cristo. Nada podia ser mais distante da verdade. A primeira Regra de Fé de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias declara:

Cremos em Deus, o Pai Eterno, em Seu Filho Jesus Cristo e no espirito Santo.

Nos ensinamentos do Livro de Mórmon (Outro Testamento de Jesus Cristo) podemos ler:

E falamos de Cristo, regozijamo-nos em Cristo, pregamos a Cristo, profetizamos de Cristo e escrevemos de acordo com nossas profecias, para que nossos filhos saibam em que fonte procurar a remissão de seus pecados.

E a quarta Regra de Fé da Igreja também ensina:

Cremos que os primeiros princípios e ordenanças do Evangelho são: primeiro, Fé no Senhor Jesus Cristo; segundo, Arrependimento; terceiro, Batismo por imersão para remissão de pecados; quarto, Imposição de mãos para o dom do Espírito Santo.

Os Mórmons também acreditam que Cristo deu Sua vida como Cordeiro de Deus em sacrifício para expiar os pecados da humanidade. Além disso, eles acreditam que no terceiro dia Ele triunfantemente ressurgiu da tumba, e vive eternamente a mão direita de Deus, o Pai Eterno.

Os Mórmons também testificam que Deus continua a falar aos homens hoje, assim como fez na antiguidade. Os céus estão abertos, como sempre estiveram.

Leia o discurso de Elder Holland intitulado “Minhas Palavras (…) Jamais Cessam

Os Mórmons São Diferentes das Outras Pessoas?

Os mórmons não são diferentes do que qualquer outra pessoa. Eles vivem nos mesmos lugares que as pessoas vivem e participam da vida em comunidade. Eles têm varias profissões que podem incluir: médicos, enfermeiras, bibliotecários, advogados, professores, operários, policiais, bombeiros, etc. As crianças Mórmons frequentam escolas publicas e privadas e participam de atividades como a pratica de esporte com outros estudantes. Os Mórmons também frequentam colégios técnicos e universidades obtendo assim diplomas e doutorados para ajuda-los a atingirem seus objetivos na vida e fazerem suas aspirações se tornarem realidade.

Quais São os Padrões Morais Mórmons?

Uma coisa que diferencia os Mórmons do resto do mundo são os seus padrões morais. Os Mórmons fiéis não falam palavrões ou usam o nome de Deus em vão. Eles não bebem álcool, usam tabaco, ou drogas ilícitas. Eles não namoram até completarem 16 anos de idade. E, a despeito do que diz a ultima moda, os Mórmons aprendem desde cedo a vestirem-se com modéstia. Em outras palavras, eles aprendem a viver uma vida normal em sociedade, abstendo-se dos usos e costumes do mundo.

Isto, entretanto, não significa que os Mórmons não se divertem. Eles participam de encontros sociais com os amigos. Dançam e vão ao cinema. Frequentam parques de diversões, jogam bola, e participam de jogos de tabuleiro. A única diferença é que eles são capazes de se divertirem e ainda sim manter seus padrões morais elevados. Eles não precisam das influencias do  mundo para se divertirem.

Os Mórmons Abandonam Tudo Para Servirem Uma Missão?

Muitos dos jovens Mórmons decidem colocar de lado carreiras promissoras e empreitadas educacionais para servir uma missão de dois anos para os rapazes e de dezoito meses para as moças, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Um exemplo recente disso foi a sensação musical David Archuleta que decidiu colocar sua promissora carreira de lado para servir uma missão de dois anos. Isso pode parecer tolice, mas as lições que estes jovens aprendem ao servirem de modo honrado ficam para toda a vida. Enquanto estão servindo uma missão, eles aprendem que a vida não deve ser levada de modo egoísta, mas o serviço ao próximo deve estar em primeiro lugar. Enquanto estiverem servindo, estarão reunindo o rebanho do Senhor, trabalhando na Sua vinha, e fazendo as coisas que Ele faria. Pensando bem os Mórmons não abandonam tudo para servir uma missão honrosa para a Igreja, eles na verdade estão ganhando mais do que se ficassem em casa e podem retornar de suas missões e viver vidas felizes e plenas.

Voce pode deixar um resposta, ou acompanhar do nosso site.

Deixe uma Resposta