Casamento Eterno

O casamento é uma parte importante e essencial para o Evangelho como apresentado e acreditado pelos membros da Igreja Mórmon. De fato, o casamento tem sido uma parte do plano de Deus para os seus filhos desde o começo. Em Gênesis, Adão começa sozinho no Jardim do Éden. Mas em Gênesis 2:18 diz: “E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele”. Deus criou Eva para ser a esposa e companheira de Adão. É fácil ver o casamento como uma forma de companheirismo – homens e mulheres não foram feitos para estarem sozinhos.Os Mórmons acreditam que o casamento dura para toda a eternidade – por isso o chamam de “Casamento Eterno”. Mais formalmente, o casamento eterno é chamado de “Selamento” ou de “Ordenança Seladora”. O casamento civil pode ser realizado nas capelas Mórmons, caso os noivos assim desejem. Após o casamento civil, os noivos se casam em um dos templos Mórmons.Quando um noivo e uma noiva são casados no templo eles são selados um ao outro – eles não estão casados somente para essa vida, ou “até que a morte os separe”, mas estão casados para essa vida e para a eternidade. Cristo ensinou que “o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 9:6) e os Mórmons acreditam que a morte não põe fim ao casamento.

O Élder James A. Cullimore disse: “O casamento no templo para o tempo e a eternidade deveria ser a meta para todo o membro da Igreja, pois o casamento é ordenado por Deus. O casamento é um mandamento. O Casamento foi instituído por édito divino”.

Deus prometeu ao profeta Joseph Smith em uma revelação que “se um homem casa com sua esposa pelo… novo e eterno convênio… por alguém que tenha autoridade… ele [o casamento] terá total [validade] quando estão fora do mundo”. Portanto, aqueles que são selados em um templo Mórmon têm a promessa de que seu relacionamento continuará para sempre. Entretanto, o casal precisa honrar os convênios que fizeram um ao outro e com Deus quando se casaram. Somente a desobediência pode quebrar os laços eternos de um marido e sua esposa.

Um casamento eterno não apenas abençoa o marido e sua esposa, mas também os seus filhos. O casal quando selado no templo os seus filhos são selados a eles. Um casamento eterno não é somente um casamento eterno, mas são famílias eternas. As bênçãos de Deus estarão sobre todos, individualmente e coletivamente.

Lembre-se que Deus disse a Adão e Eva para “multiplicar e encher a Terra”. O casamento é companheirismo – e além disso e de qualquer outra coisa, é o começo de uma família. Em A Família: Uma Proclamação ao Mundo declara: “O primeiro mandamento dado a Adão e Eva por Deus referia-se ao potencial de tornarem-se pais, na condição de marido e mulher. Declaramos que o mandamento dado por Deus a Seus filhos, de multiplicarem-se e encherem a Terra, continua em vigor. Declaramos também que Deus ordenou que os poderes sagrados de procriação sejam empregados somente entre homem e mulheres, legalmente casados. (…) O marido e a mulher têm a solene responsabilidade de amar-se mutuamente e amar os seus filhos, e de cuidar um do outro e dos filhos”.

O que os Mórmons acreditam sobre casamentos, então, é que eles precisam ser fortes, e as famílias precisam também ser igualmente fortes. Infidelidade e indiferença podem facilmente ser fatais para um casamento e uma família. A Noite Familiar, orações familiares, o estudo de escrituras em família, são formas de fortalecer a família e todo dia deve ser um lembrete de que a família é eterna, o casamento é eterno – todos devem ser amigos, e todos devem amar-se mutuamente. O Elder F. Burton Howard disse o seguinte a respeito do casamento: “Se você quer que alguma coisa dure para sempre, deve tratá-la de modo diferente. Você a defende e a protege. Você nunca abusa dela. Você não a expõe aos elementos. Você não a torna comum ou trivial. Caso ela venha a ficar oxidada, você amorosamente dá polimento a ela até que resplandeça como nova. Ela torna-se especial porque você a fez especial, e a sua beleza e preciosidade aumentam com o passar do tempo.

O casamento eterno é exatamente assim. Precisamos tratá-lo exatamente dessa forma. Oro para que possamos enxergá-lo como a inestimável dádiva que ele é” (Leia o discurso integralmente).

Copyright © 2016 Igreja de Jesus Cristo. Todos os direitos reservados.
Esta página web não pertence nem é afiliada a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (algumas vezes também chamada de Igreja Mórmon ou Igreja SUD). Os pontos de vista expressos pelos usuários são de responsabilidade dos mesmos e não representam necessariamente a posição da Igreja. Para acessar os sites oficiais da Igreja visite: LDS.org ou Mormon.org.

Pin It on Pinterest